O que é a Baby Led Weaning?

O que é a Baby Led Weaning? Entendendo de vez o que está por trás dessa palavra.


A tradução literal de “baby led weaning” é “desmame guiado pelo bebê”. Para entender melhor o que isso significa, vamos falar sobre as n

ecessidades do bebê: antigamente recomendava-se às mães a amamentarem seus filhos em horários fixos, a controlar a quantidade de mamadas e até a quantidade de ingestão de leite. Pesar os bebês antes e depois das mamadas chegou até a se tornar uma prática comum no dia-a-dia das mulheres.


Hoje sabemos que esse tipo de controle não vai de encontro às necessidades do bebê, pois bebês diferentes sentem fome em ritmos diferentes e mamam quantidades diferentes. Cada ser humano é um ser único e individual, com suas próprias características e necessidades. Seguindo as necessidades individuais de cada bebê, a recomendação hoje é amamentar em livre demanda. Para isso a mãe simplesmente atende os sinais de fome e de saciedade do bebê, sem controle de horários e quantidade, mas de acordo com a necessidade da sua criança.


E o baby led weaning? O baby led weaning é, digamos assim, a livre demanda a alimentação. Chega um determinado momento onde o bebê demonstra interesse pela comida e começa por si só a comer – se essa oportunidade lhe for oferecida. Esse momento chamamos de prontidão. A prontidão também é individual e ocorre de acordo com o desenvolvimento de cada criança.


O baby led weaning é um processo – é um processo de aprendizagem que vai de acordo com o desenvolvimento, o ritmo e as necessidades do bebê. E, assim como na amamentação a livre demanda, os pais acreditam e confiam na capacidade da criança em aprender a comer, sem controlar horários e quantidades ingeridas, sem planos e sem papinhas extras para suprir nutrientes. O foco deixa de ser o alimento e o controle da ingestão e passa a ser a necessidade do bebê e o seu desenvolvimento.


E porque chama “desmame” guiado pelo bebê? Porque o comer é um ato aprendido, que leva tempo. São meses treinando todos os dias, conhecendo alimentos novos, consistências novas. Não é de hoje pra amanhã que uma criança consegue se sentar, comer uma certa quantidade de comida e estar inteiramente satisfeito até a próxima refeição. Comer é um aprendizado. E no início desse aprendizado o alimento principal do bebê é o leite materno/mamadeira. É aos poucos que o bebê percebe que o alimento sólido sacia a sua fome. E enquanto ele vai descobrindo e aprendendo a comer, a quantidade de leite vai automaticamente diminuindo.


É durante o segundo ano de vida que o desmame natural da maioria das crianças tem início e que a principal fonte de energia passa aos poucos a ser dos alimentos sólidos. É por isso que a fase de introdução alimentar vai até o final do segundo ano de vida - porque até lá o leite ainda é uma importante fonte de alimento.


Fonte:

Rapley Gill, Baby-led Weaning: Helping Your Baby to Love Good Food, 2008

Dettwyler Katherine, A Natural Age of Weaning, 1995

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Se fossemos definir a empatia, poderíamos dizer que é a habilidade socioemocional de se colocar no lugar do outro, sentir como ele. Uma expressão bem conhecida do inglês para exemplifica-la é o “walk